Traduza os textos do blog para seu idioma. Translate the blogposts to your language.
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Ano Velho, Vida Nova - ou apenas diferente

31 de dez de 2010

Último dia de 2010 e com certeza eu vou celebrar. Não exatamente porque o ano está no fim ou porque um novo está chegando, mas tem festa(s), tem guloseimas, tem um espumante gostoso e eu não tenho motivos para não estar lá.

Não acho que, porque um novo ano está chegando, vou começar a fazer coisas que não fiz durante todo o ano de 2010, as tais "resoluções". O dia 1º não traz uma vida nova, é apenas mais um dia novo (e, para muitos, um dia de ressaca). Não são motivos externos que mudarão tudo. Independente de ser o primeiro dia de 2011 ou apenas mais um dia, a mudança só acontece por motivos internos, seja ela qual for. Aí, tanto faz se é ano novo, mais uma segunda feira ou aquele sábado claro e inspirador. Já falei aqui, não acho que exista isso de hora certa pra mudar.

Claro que o ano novo vem com novas espectativas e planos, mas por eles só dá pra ter um friozinho saudável na barriga e planejamento. Festejar mesmo, acho que é legal por aquilo que alcançamos - ou que pessoas queridas alcançaram. Como já diriam os americanos: "count your blessings".


Em 2010 eu terminei minha monografia, que parece besta agora, mas foi algo extremamente importante. Um trabalho meu de mais de 60 páginas sobre um assunto que gosto? Acho que foi uma conquista. E descobri coisas fantásticas sobre o mundo dos quadrinhos, estreitei laços de amizade e trabalhei com um dos meus professores preferidos, então foi mais que uma conquista acadêmica. Decorrente da entrega, apresentação e avaliação e aprovação da monografia, me formei. A colação de grau foi, provavelmente, o dia mais deprimente e estressante do ano. Bateu aquela sensação de "o que p*** farei agora?" Ainda bem que fui vendo os caminhos se abrindo e, agora, tenho apenas (como se fosse pouca coisa) que escolher qual seguir.

Por causa da monografia, de certo modo, conhecidos "subiram de nível" e se tornaram amigos - amigos pra caralho, eu diria. E gente que eu nem teria conhecido se não fosse isso, agora figura entre meus amiguinhos também. Me viciei (mais) no Postcrossing, conheci uma cidade nova e lá, conheci gente nova. Gente que quero muito que faça parte da minha vida!

Meu relacionamento passou por uma prova de fogo, com a qual lidamos com maestria (apesar dos desesperos TPMicos). Uma das minhas melhores amigas noivou e me escalou como bridesmaid. Não é exatamente uma conquista, mas fui ao show do Black Eyed Peas e foi divertido pra caramba, amenizou um pouco uma tristeza na mesma semana. Comecei a escrever pro blog da Comic House e isso tem sido ótimo! Fui Testadora da Prudence e é uma pena que isso tenha acabado...

Em resumo, 2010 foi um ano bom, diferente e desafiador. O que espero pra 2011? Nada menos que isso. Alguns novos desafios pra eu me desesperar por um instante, depois encará-los, achar bom e querer outros. Algumas mudanças, algumas não-mudanças. Acho que o mesmo que todo mundo quer de um novo ano. E o mesmo que, querendo ou não, fazemos todo ano. Já reparou que nunca se é, em 31 de dezembro, a mesma pessoa que foi em 1º de janeiro passado? E tudo por modificações feitas por nós mesmos.

E você, o que realizou em 2010?


Share/Bookmark

O que é ISBN, exatamente?

6 de dez de 2010

Há alguns anos eu tenho dúvidas do que, exatamente, a sigla significa. Lembrei disso por acidente e resolvi consultar São Google a respeito. Ok, já tinha noção que é o registro de livros e tal, mas me parecia pouco completo.


Acessei o site da Fundação Biblioteca Nacional, que me diz que ISBN é International Standard Book Number ou em bom português (numa tradução minha) Padrão Internacional de Número de Livro. O sistema foi criado em 1966 pelo inglês Gordon Foster, da editora W.H. Smith, que levou o crédito pela coisa toda, se levarmos em consideração os sites brasileiros, que citam a editora, mas não o responsável pelo código. Inicialmente, era só SBN. Aí outros países viram que ajudava muito na organização e adotaram o sistema também. Em 1972 o ISBN foi adaptado internacionalmente como norma padrão ISO 2108 pela International Organization for Standardization (Organização Internacional de Padronização).


Imagem daqui.


O ISBN passou de 10 para 13 dígitos em 2007 e, curiosa como sou, quis saber o que cada número de dígitos significa. Ainda bem que há uma página oficial do ISBN e que ela tem as respostas:
Cada ISBN consiste de cinco partes, separadas por espaços ou hífens. Três dos cinco elementos podem ter tamanhos variáveis.
  1. Prefixo – atualmente só pode ser 978 ou 979 (são sempre três dígitos).
  2. Elemento de registro de grupo – isso identifica um país em particular, uma região geográfica ou uma região de mesmo idioma que participa do sistema ISBN. Pode ter de um a cinco dígitos.
  3. Elemento registrante - isso identifica a editora ou gráfica. Pode ter até sete dígitos.
  4. Elemento de publicação – identifica a edição e o formato de um título específico. Pode ter até seis dígitos.
  5. Dígito verificador – é sempre o dígito final que valida matematicamente o resto do número. É calculado usando um sistema "Modulus 10" (cadê alguém de Exatas pra me dizer o que é isso?) que alterna valores de 1 e 3. ¹
Peguei, ao acaso, o livro A Leitura dos Quadrinhos, de Paulo Ramos. O ISBN é 978 (o prefixo padrão) 85 (registro do Brasil) 7244 (pelo que entendi, o registro da editora Contexto) 416 (a identificação da reimpressão da primeira edição deste livro) 3 (o dígito verificador). E fiz isso só pra mostrar quem é quem mesmo.
Imagem daqui.


Eu escrevi um livro. Preciso ter ISBN?
Bom... Não obrigatoriamente... Mas é recomendado, por qualquer instituição cujo site eu abri, que você tenha. Assim, seu livro pode ser registrado em livrarias, lojas e bibliotecas. Mesmo que ele não seja vendido, se você quiser incluí-lo no seu Currículo Lattes, é bom que tenha ISBN.


Para ter um ISBN, é preciso se cadastrar como editor autor na Fundação Biblioteca Nacional (veja aqui o passo a passo). O custo é relativamente baixo: seu cadastro como pessoa física custará R$ 16,00 e o registro da obra, R$ 10,00.


Minhas dúvidas foram esclarecidas. Espero que as suas também tenham sido.






¹Traduzido por mim, em cima das coxas. Por mais que eu ache que está bem feito, vá ao original se achar que algo não está claro. E, se souber o que é Modulus 10, me explique nos comentários! =D


Share/Bookmark

Testadores Prudence: Terceira Temporada

4 de dez de 2010

Como tudo que é bom dura pouco, minha "carreira" de Testadora Prudence está chegando ao fim. Como muitos puderam ver, eu ganhei uma caixa lindíssima e de excelente qualidade, camisinha até dizer chega (afinal, estou numa relação à longa distância, não tenho como gastar tudo tão rápido) dos mais diversos tipos, camiseta da Prudence e algumas novidades lançadas este ano. Ou seja: vale a pena!



Como este ano não posso mais participar, passo a bola adiante! Desta vez não tem questionário, como teve na segunda edição da promoção, apenas a criatividade. Então vamos lá!

Se você fosse um Testador de Camisinhas Prudence, como convenceria alguém a realizar os testes com você?

Vai pensando e responde lá no site da Prudence

Se quiser compartilhar suas respostas nos comentários, fique a vontade, mas coloque lá primeiro, que a promoção é da Prudence, não minha.

Leia o regulamento da promoção e inclua seus dados direitinho. Você pode ser um dos 100 felizardos ganhadores de 2011! Boa sorte!

As imagens deste texto foram retiradas do site da Prudence.


Share/Bookmark

Postcrossing em JP - Estatísticas

2 de dez de 2010

Depois de mais de 2 meses de férias do blog, com direito a viagem e tudo (pena que não foi somente a passeio), estou de volta. Tentarei escrever pelo menos um texto por semana, mas não garanto nada até o fim do ano, me desculpem...

Estava xeretando no Postcrossing, para encontrar uma pessoa que me mandou um lindo postal sem ID, para que eu possa registrar, e resolvi ver como andava a situação de João Pessoa no Postcrossing. Temos 48 perfis! Não é muito, principalmente se considerarmos que quase metade nunca utilizou o serviço. O primeiro usuário se registrou em 2005, mas só ano passado, em 2009, é que teve o boom pessoense.

Resolvi fazer um gráficos bonitinho (adoro gráficos!) para colocar aqui. Vale salientar que temos 48 perfis. Não chequei quem tem mais de uma conta no site. Estou considerando apenas quem nunca mandou ou recebeu um postal como usuário inativo, apesar de ter visto que muitos não trocam um postal há bastante tempo.

Enfim, esta pesquisa foi feita somente para minha diversão e curiosidade. Não fui à fundo, então não pode ser considerada muito séria. Contei cada um dos perfis e utilizei o site ChartGo para criar os gráficos.

Clique para ampliar
Dos 48 usuários, 12% não tinham nada que pudessem me ajudar a identificar o sexo. Nem avatar, nem nome. As mulheres são a grande maioria de postcrossers pessoenses.

Clique para ampliar
Em 2005 e 2006, apenas um usuário se cadastrou por ano. O site era pouco conhecido aqui, até 2009, quando 15 pessoas se cadastraram. Este ano, foram 22, até o dia 1/12/10. Ainda dá tempo de mais gente se cadastrar! =)

Clique para ampliar
21 dos 48 usuários nunca trocaram um postal sequer pelo site. Dos 27 que já fizeram alguma troca, muitos pararam nas primeiras ou nunca registraram os postais que receberam.

A instrução do Postcrossing para quem não quer ou não pode receber postais no momento é que deixe a conta inativa. Isso evita que seu endereço seja sorteado e não pesa na hora de sortear os países para os quais vamos enviar ou dos quais vamos receber postais. Ou seja: os usuários inativos provavelmente têm a ver com nossa relação com a Finlândia!

Para fazer a pesquisa pra ver como anda a sua cidade, basta passar o mouse em Explore no menu superior do Postcrossing e escolher a opção Search users. Deixe os campos da esquerda em branco e selecione o país, o estado e a cidade. Mande procurar e xerete os perfis alheios! =D


Espero que tenham gostado deste post nada útil, mas divertido (pelo menos pra mim foi)! Se quiserem me contar qual o status da sua cidade, os comentários do Excentricidades Ululantes estão sempre abertos!


Share/Bookmark
Related Posts with Thumbnails